Dorian Silva da TelexFREE foi tortura e executado, afirma delegado



O corpo de Dorian Silva, milionário e ex-top líder da telexFREE, foi encontrado ontem (19) por moradores em um terreno baldio em Humildes, Bahia.

Uma guarnição da polícia do Pelotão de Especialidade em Táticas Operacionais (PETO Rural), foi até o local e, constatando que se trava de um homicídio, acionou as polícias técnicas.

Horas depois, familiares de Dorian souberam que o corpo de um homem, com as mesmas características, havia sido encontrado morto. Ao chegarem no DPT, reconheceram que era o corpo do milionário do MMN e pré-candidato a prefeito de Serra Preta, Bahia.

Policiais do Serviço de Investigação da Delegacia de Homicídio e Proteção a Pessoa (DHPP), juntamente com peritos do Departamento de Polícia Técnica (DPT), sob o comando do delegado Fabrício de Alencar Linard, compareceram ao local do crime, onde realizaram o levantamento cadavérico e iniciaram as primeiras investigações.

Amarrado, torturado e morto com tiros na cabeça

Segundo o delegado Fabricio de Alencar a vítima foi encontrada com as mãos amarradas para trás, com um cabo USB de carregador de celular. “Os criminosos chegaram com a vítima amarrada em um carro de cor branca, ouvimos disparos de arma de fogo e, em seguida, o veículo saiu do local”, informaram moradores.

Dorian foi espancado e morto com tiros na cabeça, já que tinha várias hematomas no rosto e cabeça, explicou o delegado.

Dorian era candidato a Prefeito do município de Serra Preta.
←  Anterior Proxima  → Página inicial