TelexFree - Pronunciamento da supervisora do órgão de defesa do consumidor


Segundo a supervisora institucional da Proteste (órgão de defesa do consumidor), Sonia Amaro, a decisão no Acre serve como base para novas decisões favoráveis aos clientes que se sentiram lesados pela Telexfree.

No entanto, segundo ela, não é possível dizer em quanto tempo a devolução será feita. Não dá para garantir nem mesmo que irá acontecer. "Para fazer o pagamento, a empresa precisa dispor de patrimônio.

Se não tiver, é muito difícil as pessoas obterem o dinheiro de volta", diz. Além disso, a empresa pode recorrer da decisão e, com isso, os pedidos de reembolso devem demorar mais para serem julgados. "Quem se sentiu lesado tem o direito de procurar a Justiça, mas é possível que o processo se arraste por um bom tempo", afirma Sonia.


←  Anterior Proxima  → Página inicial