Após dois anos bloqueada pela Justiça, BBom anuncia volta de suas atividades


As atividades da BBOM estão de volta. A informação foi dada na página da BBom pelo presidente e dono da empresa, João Francisco de Paulo.

“Voltamos! Soltem seus gritos – nossa empresa é seria, ética, sustentável e jamais alguém terá um centavo de prejuízo! Sim, voltamos ao mercado com uma proposta de trabalho e remuneração jamais vista em todo planeta…., e podem ter certeza, nos próximos anos nada se assemelhara! Nossa estrutura física já se encontra a sua disposição e com orgulho você poderá apresentar a seus convidados!! Pois esta estrutura foi criada para você! Que já faz parte do melhor negócio do mundo!!”, comemorou o presidente da BBom.
A BBom teve suas contas bloqueadas pela Justiça Federal por suspeita de ter constituído uma pirâmide financeira em julho de 2013. Ao todo, foram congelados na época R$ 300 milhões e a transferência de quase cem carros, dos quais duas Ferraris, um Rolls Royce e quatro Lamborghinis.

Em fevereiro deste ano, o Superior Tribunal de Justiça (STJ) derrubou as acusações de que os responsáveis pela BBom cometeram crimes contra o Sistema Financeiro Nacional, como acusara o Ministério Público Federal em São Paulo.
A BBom foi criada em fevereiro 2013. A empresa apareceu com promessas de lucros na revenda de assinatura de serviços de rastreamento de veículos por meio de marketing multinível.

Fonte da informação: Ac24horas

←  Anterior Proxima  → Página inicial