TelexFREE: “Assim será com a Telexfree”, diz Costa, após justiça americana afirmar que Herbalife não é pírâmide


Você certamente já ouviu falar que a Herbalife era um esquema de pirâmide que se passava por uma empresa legítima, parecido com a TelexFREE.

A Acusação durou anos e foi, finalmente, julgada pela Corte Americana, comprovando a legalidade da empresa, revela a Reuters.

No dia 28 de julho de 2015, um Juiz federal Dale Fischer, de Los Angeles, disse que os acusadores não mostraram provas suficientes para afirmar que a companhia era um esquema de pirâmide. A Herbalife e seu executivo-chefe foram acusados de deturpar as práticas de vendas de produtos nutricionais para perda de peso, considerando como legítimas quando a empresa era "em seu núcleo" um esquema de pirâmide, afirmava a acusação.
Um esquema de pirâmide muitas vezes ocorre quando os participantes ganham mais dinheiro pelo recrutamento de outras pessoas para vender produtos, do que com a venda dos próprios produtos.

A decisão ainda cabe recurso.

TelexFREE

Em contato com o Diretor de Marketing da empresa Ympactus (TelexFREE), Carlos Costa, o mesmo foi enfático ao afirmar que “assim será com a TelexFREE”.

Costa sustenta uma defesa franca contra as acusações do Ministério Público do Estado do Acre há mais de dois anos, sempre negando veementemente a ilicitude da TelexFREE.

Fonte da Informação: Acre Alerta



←  Anterior Proxima  → Página inicial