Resumo do PLANTÃO YMPACTUS Nº 51


A empresa Telexfree através de seus canais em redes sociais lançou um novo Plantão.

O diretor Carlos Costa fala de duas questões-chave  que ocorreu no processo da TelexFree no Acre , segundo ele uma grande vitória para que  ocorra um resultado final.

Suspensão do relatório de peritos

Neste primeiro ponto Carlos Costa diz que a empresa tem conseguido "uma grande vitória", porque a juíza  de instrução do caso admitiu que não levam em conta o relatório pericial elaborado pela empresa de auditoria Ernst & Young.
Lembre-se que este relatório foi criticado pelos advogados da Telexfree e que a empresa diz que o resultado produzido pela empresa Ernst & Young e absurdo. A decisão da juíza Thais Khalil foi tomada em 22 de junho e foi concedido apenas cinco dias para as alegações do Ministério Público do Acre.

 Juíza está preparada para tomar a decisão final

Em um documento apresentado pelo Carlos Costa no  PLANTÃO YMPACTUS Nº 51  mostra uma  declaração emitida pelo Ministério Público, onde eles estão prontos para tomar a decisão final sobre o processo Telexfree é mostrado. Enfatizando ainda que a juíza não é obrigado a usar as provas apresentadas pelo Ministério Público do Acre, que são a única evidência que incriminar a Telexfree. A este respeito, o Tribunal de Justiça concedeu 20 dias para  que o Ministério Público possa fechar argumentos contra a empresa . Após esses 20 dias  a acusação deve apresentar suas  conclusões para que possa ser julgadas pela juíza .

Claro que nós divulgadores da empresa TelexFree não precisamos se preocupar com o resultado , porque é evidente que a empresa e inocente , não conseguiram provar nada em 2 Anos quanto mais em 20 dias.

Após o final destes prazos a juíza Thaís Khalil irá dar uma sentença definitiva para o caso.

Carlos Costa terminou o seu discurso afirmando que "confia na Justiça" e que "graças a Deus e todo o processo está chegando ao fim.




←  Anterior Proxima  → Página inicial