Ato em São Paulo pede impeachment de Dilma e intervenção militar no Brasil




Ato em São Paulo pede impeachment de Dilma e intervenção militar no Brasil.

Cerca de 1.500 manifestantes ocupam as duas pistas da avenida Paulista na tarde deste sábado (1°) em um protesto contra a presidente Dilma Rousseff, segundo a Polícia Militar. 

O ato na zona oeste de São Paulo começou às 14h embaixo do Museu de Arte de São Paulo e, pelas 16h, fechava a avenida na altura da rua Augusta.

 De acordo com a PM, os manifestantes seguem para o Parque do Ibirapuera. O trajeto não foi definido.

Manifestantes carregam faixas de "Fora PT" e "Dilma sabia", além de pedidos de impeachment da presidente e de intervenção militar.




PSDB pede auditoria da eleição

No último domingo (25), Dilma Rousseff (PT) foi reeleita à Presidência em uma eleição acirrada, em que obteve 51,6% dos votos frente a 48,36% de seu oponente, Aécio Neves (PSDB). 

Após a divulgação do resultado, o candidato tucano falou à imprensa assumindo a derrota e parabenizando Dilma Rousseff. O PSDB, no entanto, decidiu entrar na última quinta-feira (30) com um pedido de auditoria da contagem de votos no Tribunal Superior Eleitoral (TSE). 

Em nota divulgada à imprensa, o partido dizia que tem “absoluta confiança” de que o tribunal garantiu a segurança do pleito, mas pretendia tranquilizar eleitores que levantaram, por meio das redes sociais, dúvidas em relação à lisura da apuração dos votos.

Fonte da Informação: Portal IG 
←  Anterior Proxima  → Página inicial